24/07/16

Resenha: Eu te darei o Sol


Eu te darei o Sol é um livro forte e que prenderá a atenção do leitor por sua característica marcante. A obra é narrada pelo ponto de vista dos gêmeos Noah e Jude, intercalando a narração entre eles e em tempos distintos. Eles competem a afeição dos pais, tanto para conseguir a atenção quanto o favoritismo.

Na verdade, os gêmeos trilham caminhos distintos, mesmo vivendo no mesmo lugar. Contudo, ambos lutam contra fatos que não têm coragem de revelar. Mesmo sendo inseparáveis, existe algo que ambos guardam e que pode mudar a história de cada um. Eles se apaixonarão por pessoas que não foram feitos para eles; há quem diga que o amor é complicado – Jandy Nelson é categórica ao afirmar isso. Alguém discorda?

21/07/16

Resenha: Garota, interrompida


“Na verdade, eu só queria matar uma parte de mim: a parte que queria se matar, que me arrastava para o dilema do suicídio e transformava cada janela, cada utensílio de cozinha e cada estação de metrô no ensaio de uma tragédia” (p.46).

O ano é de 1967, data marcada para Susanna Kaysen por um motivo inesquecível: uma tentativa de suicídio. Com apenas 18 anos ela já agia em benefício da morte, pois já não aguentava a realidade a sua volta. Após essa tentativa, ela foi internada em uma clínica psiquiátrica, McLean, e, em seguida, diagnosticada com distúrbio de personalidade limítrofe. Em sentido lato, essa personalidade seria uma balança entre neurose e psicose. Conforme a autora declara em seu livro, seria um psiquismo fraturado, mas não desmontado.

Para uns, Kaysen não tinha plano de vida, não tinha futuro e objetivos; não queria estudar, não se interessava em ir à faculdade e nem trabalhar. Desde nova, já tinha um caso com seu professor de Inglês. Era taxada de louca, doente mental e psicótica. Foi encaminhada ao hospital, após espremer uma espinha e tomar inúmeras aspirinas de uma vez.

20/07/16

Resenha: Quem mexeu no meu queijo?


Quem mexeu no meu queijo? é um pequeno livro, mas inspira muitas lições. Trata-se de uma história motivacional contada pelo americano Spencer Johnson em suas palestras, e que foi transformada nesta obra de sucesso mundial e que perdura no tempo.

Conta a história de dois homenzinhos e de dois ratos que vivem num labirinto à procura de queijo, retratando suas reações quando o procurado bem acaba. É uma parábola que nos faz raciocinar sobre como nos comportamos diante das mudanças que ocorrem em nossas vidas, da forma como tratamos aquilo que valorizamos e lutamos para obter na vida.

18/07/16

Vem por aí: Editora Record

Olá, leitores. A Editora Record trouxe diversos livros através dos seus selos. As opções são muitas e, nessas horas, o bolso sente o aperto. Vamos conferir? Clique na imagem para ser redirecionado às sinopses.

   

17/07/16

Resenha: Eu me possuo


Recebi Eu me possuo e comecei a ler assim que chegou. Uma leitura rápida, fácil e que tinha tudo para me agradar em todos os aspectos – mas não foi isso o que aconteceu. Iniciei a leitura bem empolgada, a história contida na sinopse prende o leitor e tem a capacidade de emocionar qualquer um – repito: mas não foi isso o que aconteceu comigo.

São pouquíssimas páginas, porém, o espaçamento e as letras grandes fazem com que o texto seja menor do que parece nessas 182 laudas. Li mais ou menos em 3 horas, tanto por curiosidade quanto por facilidade em ler. No entanto, a história não foi exatamente o que imaginei.

15/07/16

Foi divulgada a capa do terceiro volume da série Rainha Vermelha

A editora Seguinte divulgou em suas redes sociais a capa do livro “King’s Cage“, terceiro volume da série Rainha Vermelha, da autora norte-americana Victoria Aveyard. O livro está previsto para 07 de fevereiro de 2017 no exterior.

O quarto volume, ainda sem título, está previsto para 2018 no exterior.

13/07/16

Resenha: A lista


Katherine Logan tem apenas 32 anos e sua carreira como jornalista está arruinada, mesmo após muito trabalho e dedicação. A jovem construiu uma carreira de excelência na Revista Etcetera, além de ter sido contratada para cobrir notícias no programa de televisão Thirty Minutes. Contudo, sua ambição de se tornar uma estrela acaba decepcionando-a quando ela e a emissora de TV são processadas.

Sem credibilidade e com a imagem manchada, ela terá de lutar para fazer com que sua carreira ganhe novo destaque. Como se já não fosse o bastante, Logan é abandonada pelo namorado sem um motivo aparente; seu amigo está decepcionado com ela; e o principal e o que dá origem ao livro: sua amiga, confidente e mentora está gravemente doente. Constance é editora da Etcetera, porém, não por muito tempo, pois está sofrendo de câncer e pode morrer a qualquer momento.